Amplificador “FET Little Monster”

(Por Emerson Pastorelli)

Sempre tive vontade de testar algumas placas de amplificador feitas na China. Minha ideia inicial era montar um gabinete com dissipador, fonte, etc, porém o custo para montar o gabinete era proibitivo. Tive então a ideia de procurar um amplificador com defeito e adaptar as placas, aproveitando o gabinete e seus componentes, e acabei fazendo umas 5 ou 6 adaptações no total. Segue aqui um exemplo delas.

Nesse artigo apresento em detalhes uma iniciativa DIY com placas MOSFET, utilizando 6 IRFP250 por canal/placa. Abaixo podemos ver as placas utilizadas nesse projeto.

image001

Características da placa:

  • Output power: 150W 8R DC +/-63V
  • Low distortion: 0.015%, 1KHz, 20W
  • High current capability: 20A
  • Wide supply range : DC +/-20V — +/-70V
  • Recommended operating voltage: DC +/-55V 150W 8R, 300W 4R

Eu fiz três adaptações usando essa placa, sendo duas com amplificadores Nikko Alpha 220 e uma com um Elan (nunca tinha ouvido falar nessa marca).

Achei um amplificador da Elan no eBay com um profile baixo e decidi comprar para testar:

image003

Esse amplificador tem uma configuração não muito convencional, com 6 canais de saída, porém apenas 2 de entrada. Cada canal de saída usa um LM3886, ao passo que os canais de entrada são ligados em paralelo aos 6 de saída (cada canal de entrada é ligado a 3 de saída). No final são apenas 2 canais.

A fonte de alimentação fornece +/-35V com 40.000 uF de filtro com um transformador toroidal parrudo. Acabei por não fotografá-lo antes de começar a fazer as modificações, e a foto abaixo foi encontrada na internet, mostrando um modelo superior. Embora esse tenha 6 entradas, a distribuição interna é similar ao que utilizei.

image005

A maior dificuldade foi arrumar espaço do lado da fonte, pois a retificação e o filtro da fonte estão juntos com os LM3886 de 3 canais na mesma placa. A solução que achei foi separar fisicamente as duas. Visualmente verifiquei quais trilhas que seriam impactadas e se seria necessário fazer algumas alterações.

image007

Com a fonte de alimentação separada foi possível encaixar perfeitamente a placa de amplificador no dissipador direito.

image009

Essas placas são versáteis. Nos dois Nikkos, onde a fonte de alimentação e de +/-55V, os transistores de saída esquentam moderadamente. Nesse Elan, com +/- 35V, os transistores ficam na temperatura ambiente, mesmo após horas de uso contínuo.

Abaixo um teste de bancada, com a placa anexada ao dissipador e funcionando.

image011

E aqui uma do amplificador já finalizado:

image013

Os 40.000uF da fonte fornecem capacidade suficiente para o amplificador funcionar por cerca de 5 segundos após ser deligado, isso a médio volume. Assista a demonstração no vídeo:

Gosto muito do som dessas placas, pois o som é agradável e “warm”. Ao mesmo tempo que proporcionam um grave de tremer a casa, os médios e agudos são bem definidos.

Até uma próxima empreitada DIY!!!

speaker

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


Você é um humano ou robô? *